Seu filho acessou sites de sexo e prostituição? A culpa é sua!

Olá pais e mães conectados,



O P e R da semana passada sobre o filme o Coringa (espero que você tenha lido) foi o maior sucesso!  



Na semana em que comemoramos o dia das crianças, quero dar um presente a elas, talvez o melhor presente que elas vão receber! Para protegê-las, vou neste P e R - Filhos Conectados fazer um super alerta a vocês pais sobre o uso danoso da Internet por crianças e adolescentes.



Eu já disse um milhão de vezes, mas vou repetir: a Internet é um ambiente que nunca sabemos com quem estamos lidando e que nos permite acessar qualquer tipo de conteúdo.



Dito isso, daqui para frente preciso ser super sincera com vocês pais e mães.



Se vocês nada fazem para instruir os filhos sobre o bom uso da Internet, para limitar o tempo de uso e bloquear o acesso deles a conteúdos inapropriados, as chances de vocês estarem estragando ou prestes a estragar a vida dos seus filhos é grande. Imensa!



Mas calma.



Eu não estou dizendo que vocês fazem de propósito porque querem estragar propositalmente a vida dos filhos. Jamais.



Porém, a inércia de muitos pais que deixam seus filhos livre, leves e soltos pela Internet pode trazer consequências devastadoras na vida deles.



Eu acompanho diversos casos envolvendo crianças e adolescentes vítimas de cyberbullying, vazamento de nudes e ofensas online e sempre me pergunto, onde estão os pais dessas crianças e adolescentes? Quando você vê uma criança sozinha na rua atravessando uma grande avenida cheia de carros, todo mundo fala: "Essa criança está sozinha?". Na Internet é a mesma coisa.



O que me fez escrever esse P e R de hoje, foi o relato de um pai que nos enviou um e-mail dizendo:



"Depois que minha filha mais velha deixou escapar que tinha alguma coisa errada no celular do meu filho de 12 anos, peguei o aparelho e vi que ele tinha acessado inúmeros sites de pornografia e de prostituição e até conversas com adultos desconhecidos sobre sexo encontrei no whatsapp dele."



Esse relato demonstra a vulnerabilidade de crianças e adolescentes no uso da Internet.



Entendam, não haverá limites no uso da Internet se vocês pais não impuserem esses limites.



Crianças e adolescentes "soltas" na Internet, sem acompanhamento ou supervisão dos pais são vítimas fáceis de pessoas mal intencionadas, sejam de assediadores, pedófilos, e outros, podendo acessar o que quiser, sendo apropriado para idade ou não.



Daí acontece da filha enviar nudes a um estranho e ser chantageada por isso e os pais ficam chocados! Acontece do filho estar assistindo pornografia na Internet e os pais ficam horrorizados.



Deixou os filhos sozinhos online, dá nisso!



Por outro lado não quero colocar os pais e mães no banco dos réus e crucificá-los, pois sei que não é nada fácil acompanhar filhos no uso da Internet, sem contar que a fase da adolescência é difícil (já fomos adolescentes e sabemos), eles são fechados, não contam nada, acham que sabem tudo, que não precisam da nossa ajuda e acompanhamento.



Então, neste P e R - Filhos Conectados estou dando literalmente um puxão de orelha em todo pai e mãe que deixa seus filhos "soltos" na Internet, para que vocês acordem e ajam enquanto ainda dá. Mas ao mesmo tempo, reconhecendo os desafios que se tem hoje em dia em acompanhar e instruir os filhos, vou deixar aqui algumas recomendações:



- instale um software de controle parental ou utilize o controle parental do próprio dispositivo (caso vocês queiram dicas de softwares ou informações sobre como fazer isso, nos escreva);



- coloque limite de tempo para uso dos equipamentos tecnológicos. Se deixar, nossos filhos vão ficar o tempo todo, dia e noite online;



- bloqueie o acesso a sites e conteúdos inapropriados. Isso você consegue fazer ao instalar um software de controle parental;



- converse, converse, converse e converse muitoooooo com seus filhos sobre os riscos e perigos online. Fale tanto dos perigos de ser vítima de atos de pessoas mal intencionadas, quanto as responsabilidades deles se praticarem atos irregulares na Internet.



Para não me estender mais, chegamos ao fim.



Esse é o presente que posso dar para cada família, tanto alertando vocês pais, quanto ajudando as famílias a instruírem seus filhos online.



Contem sempre conosco.



Uma feliz semana da criança para todos.



Abs,

Kelli Angelini




NÃO QUER PERDER NENHUM PR - FILHOS CONECTADOS? Se cadastre gratuitamente e receba semanalmente em seu e-mail: